Ontem tinha combinado ir jantar a casa de uns amigos, mas meia-hora antes recebi uma mensagem a dizer “o nosso plano para o jantar foi por água abaixo, desculpa.” Eu achei que eles tinham queimado o jantar que estavam a preparar e como deviam ter deitado tudo fora, ofereci-me para levar um take-away. Mas eles voltaram a reenviar a mesma mensagem desta vez dizendo: o nosso encontrou terá de ficar em águas de bacalhau até uma próxima oportunidade. Aí percebi que eles estavam a cancelar o plano para jantarmos juntos, mas fiquei sem perceber absolutamente nada de que “águas” é que eles estavam a falar...

São duas expressões idiomáticas bastante usadas no meu país que querem dizer que algo se desmoronou ou desfez, como quando um plano é cancelado ou anulado. A primeira expressão é ir por água abaixo. Quando despejamos um balde de água ou deitamos água fora, tudo o que está no fundo do balde ou do alguidar ou a boiar na água é “levado” pela força da água e acaba no chão ou no esgoto.

Então quando os portugueses dizem ir por água abaixo estão na realidade a anunciar o cancelamento de alguma coisa. Dá-me, se faz favor, um exemplo de uso.

Estava a pensar ir de férias na semana da Queima mas os meus planos foram por água abaixo quando soube que tinha exame na segunda-feira seguinte. Acho que vou ter de ficar em Coimbra a estudar forte e feio.

Estudar forte e feio????? O que é que isso quer dizer?????

Quer dizer muito, com grande esforço. Agora é a tua vez de me dar um exemplo de uso, para eu ver se tu compreendeste este idiomatismo.

Ele treinou forte e feio para participar na minimaratona de Lisboa.

Muito bem. Aqui vai outro exemplo:

Eles eram amigos desde a infância, mas discutiram forte e feio e há três anos que não se falam...

É caso para dizer que a relação deles foi completamente por água abaixo.

Ou — se porventura eles se vierem a reconciliar — em águas de bacalhau.

Queres dizer que há uma pequena nuance ou diferença de significado entre estas duas expressões?

Isso mesmo. A frase ir por água abaixo quer dizer que o projeto foi totalmente cancelado sem apelo nem agravo (episódio 16) ou irremediavelmente. Enquanto que o idiomatismo ficar em águas de bacalhau apresenta dois significados: é sinónimo de ir por água abaixo pois como sabes a água que usamos para lavar ou demolhar o bacalhau e retirar-lhe o sal antes de o cozinharmos não pode ser usada para mais nada e tem de ser deitada fora, mas pode também querer sugerir que o plano ou situação ficou em standby ou congelada ou parada.

Faz sentido! Da mesma maneira que o bacalhau fica de molho pelo menos 24 horas uma circunstância ou um projeto também pode ficar “demolhado” ou parado durante algum tempo antes de ser retomado ou repescado.

Queres dar um exemplo de uso?

O meu plano de fazer um inter-rail  este verão está em águas de bacalhau até eu saber os resultados dos meus exames.

Há outra expressão que também está associada à culinária e descreve uma situação ou plano parado, sabes qual é?

Não sou lá grande cozinheiro, portanto não faço a mínima ideia.

A expressão é em banho-maria que significa “aquecer lenta a uniformemente.”

Já agora como é que se diz quando deixamos alguma coisa de molho durante algum tempo. Também usamos a palavra demolhar como dizemos para o processo de dessalinização do bacalhau?

Não. Só dizemos “demolhar” para o bacalhau. Quando estamos a falar de outros alimentos dizemos “marinar.”

E para a roupa que está muito suja?

Dizemos “pôr de molho.”

Para a semana quero que me explique o significado da expressão ferver em pouca água.

OUTRAS EXPRESSÕES MENCIONADAS
ir (tudo) por água abaixo
ficar (tudo) em banho-maria

forte e feio

Faça Login para descarregar os ficheiros.