Antes de explicarmos a expressão desta semana gostaríamos de apresentar no nosso novo colaborador. O seu nome é Chon Leung. Ele é de Macau e está a estudar Direito na Universidade de Coimbra. Agradeço desde já a tua disponibilidade para nos ajudar a gravar este podcast.

Quero também agradecer à Sónia Santos que tão generosamente nos ajudou a perceber o uso de tantas expressões não apenas portuguesas, mas também brasileiras ou até o significado de algumas expressões usadas exclusivamente no Brasil.   

Em episódios anteriores, explicámos o significado de a cavalo dado não se olha o dente (episódio n.º 7), dar com a língua nos dentes (episódio n.º 14), custar os dentes da boca (episódio n.º 33) e dar deus nozes a quem não tem dentes (episódio n.º 63) e esta semana apresentamos mais um provérbio popular que recorre aos dentes para exagerar uma ideia. A expressão desta semana é mentir com quantos dentes tenho ou mentir com todos os dentes.

Sim, é fácil de perceber que mentir com os dentes todos quer dizer mentir profusamente. “Profusamente” quer dizer o mesmo que abundantemente ou copiosamente. Assim, a expressão quer dizer mentir muito, e por extensão mentir descaradamente e sem vergonha nenhuma.

Isso faz-me lembrar outra expressão que existe em Português: defender com unhas e dentes que também sugere uma defesa acérrima.

Defender “acerrimamente” uma coisa quer dizer proteger de forma muito decidida e pertinaz ou mesmo obstinadamente.

Eis vários exemplos de uso que ajudam a compreender melhor estes dois provérbios:

Para defender o filho, a mãe mentiu comos dentes todos à polícia.
 

— Quando era adolescente mentia com quantos dentes tenho aos meus pais para poder sair à noite com os meus amigos. Contavas-lhes histórias rocambolescas...
— E eles acreditavam nessa tuas histórias fantásticas, e inverosímeis ou irreais???
— Não sei. Nunca me disseram nada e geralmente deixavam-me sair.
­— Queres dizer que caiam que nem patinhos???
— Se cair que nem um patinho quer dizer “confiar cegamente em mim e no que eu lhe dizia,” então sim!

 

Para justificar as faltam que deu, ele mentiu com todos os dentes à professora, mas como mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo (episódio n.º 44) a professora descobriu que ele estava a mentir e não o deixou ir a exame.
 

Os trabalhadores defenderam as suas regalias com unhas e dentes durante a reunião com a administração da empresa.
 

A minha equipa de futebol favorita defendeu com unhas e dentes o seu lugar na tabela, mas infelizmente perdeu o jogo e foi relegada para o segundo lugar.
 

— Hoje fui assistir à defesa da tese de mestrado do Pedro e fiquei impressionado.
— Porquê?
— Os examinadores externos fizeram-lhe perguntas super-difíceis mas ele defendeu-se com unhas e dentes e foi brilhante. Passou com distinção!
— Tenho que lhe dar os parabéns por mais essa prova dificílima.

Há muitas mais expressões que fazem referência a dentes mas, na minha opinião, a mais curiosa é: quando as galinhas tiverem dentes para descrever um futuro muito distante.

Realmente é muito pouco provável que as galinhas desenvolvam dentes num futuro próximo e daí a expressão ser usada quando queremos sublinhar a improbabilidade de algo acontecer num futuro próximo. Mas deixemos a explicação mais detalhada dessa expressão para a semana.