O que significa a palavra papista?

Papista? Papista é um seguidor ou partidário do chefe da igreja católica romana também conhecido como papa ou pontífice da mesma maneira que um modernista é um seguidor do modernismo e um realista é um artista do realismo. Porque perguntas?

Por causa da expressão ser mais papista que o papa

E agora que percebes a palavra, compreendes a expressão?

Acho que sim. É uma critica às pessoas que são demasiado puristas ou demasiado escrupulosas em relação a alguma coisa ou acham que sabem mais do que o especialista máximo numa determinada matéria.

Isso mesmo! Quando alguém tenta corrigir algo que está correto podemos acusar ela ou ele de estar a ser mais papista que o papa como nos seguintes exemplos de uso:

— Ontem passei um dia excelente com os meus amigos. Fomos até à serra do Bussaco e fizemos uma das trilhas geridas pela Fundação Mata do Bussaco.
— Não se diz trilhas diz-se trilhos.
— Tens a certeza? As duas palavras são sinónimas e querem dizer caminho ou atalho. Porque é que não posso usar trilha em vez de trilho?
— Poder podes, mas a palavra de uso mais comum é trilho e não trilha. As pessoas que fazem esse tipo de caminhadas ou passeatas usam a palavra trilhos e elas são os que mais usam esta referência no seu vocabulário, portanto acho que devíamos respeitá-los.
— Desculpa, mas acho que estás a ser mais papista que o papa…

 

— Estou com um problema no meu computador e para o tentar resolver fui consultar o website e descobri que vou precisar fazer um upgrade que envolve um download…
— Já reparaste nos estrangeirismos que usaste numa frase tão pequena?
— O que queres dizer?
— Estou a falar de todos os anglicismos website, upgrade, download…
— Ah! Já percebi estás a criticar-me por usar em Português palavras de origem inglesa.
— Exatamente! Para todas essas palavras já existem palavras portuguesas: website é portal, upgrade é atualização e download é descarregar ou baixar.
— Não sejas mais papista que o papa! Toda a gente conhece estas palavras e o empréstimo de palavras estrangeiras é uma estratégia usada em todas as línguas para formar novas palavras.

Tenho, no entanto, uma dúvida: qual é a diferença entre este idiomatismo e o provérbio: estar a querer ensinar o padre-nosso ao vigário.

Não penso que haja muita diferença porque esse ditado também pretende criticar alguém que acha que sabe mais que um especialista na matéria ou que tem capacidade para ensinar qualquer coisa a alguém muito familiarizado com o tema.

Realmente tentar ensinar o padre-nosso ou a oração mais importante e mais conhecida da religião católica a um vigário ou padre é uma tarefa idiota pois ninguém a saberá recitar melhor do que alguém cuja profissão envolve rezar ou dizer essa oração ou reza várias vezes ao dia.
Mas não deixa de ser curioso o facto de ambos os axiomas usarem referências à religião católica.

Considerando a importância que esta religião teve em Portugal até ao 25 de Abril de 1974 não é de espantar ou surpreender que seja mencionada frequentemente no dia à dia das pessoas e consequentemente em muitos provérbios populares. Vejamos dois exemplos de uso desta última expressão:

Hoje tive uma discussão com uma jovem colega que acha que sabe as regras de como usar as vírgulas em Português melhor do que eu... Há 12 anos que trabalho como revisora textual mas mesmo assim ela achou que podia ensinar o padre-nosso ao vigário
 

Longe de mim querer ensinar o padre-nosso ao vigário mas não acha que consegue fazer melhor? Acaba de terminar o curso com a melhor nota e portanto deve saber o que está a fazer...

 

OUTRA EXPRESSÃO MENCIONADA
ensinar o padre-nosso ao vigário

Faça Login para descarregar os ficheiros.