É definitivamente melhor olhar para o lado mais positivo das coisas.

Para um país que tem como canção nacional o fado, este adágio popular parece-me um pouco estranho, o que é que achas?

Não percebo essa tua lógica… Explica melhor, se faz favor.

O fado é uma música triste que fala sobretudo de desgraças e portanto não se compreende como é que poderá ajudar a afastar a dor…

Pois é, geralmente considera-se o fado uma música triste e é este género musical que o país vende como sendo a sua música nacional. Na realidade, o fado “nasceu” nas ruelas boémias de Lisboa e foi levado pelos jovens burgueses que as frequentavam para Coimbra onde ganhou um estatuto bem diferente… A história do fado está estreitamente associada à desgraça e à dor, mas nem todos os fados são tristes. Há até fados bastante alegres. De qualquer forma, este ditado está a referir-se ao poder que a música tem para animar os espíritos mais tristes. Independentemente do género musical. Nunca ouviste falar de musicoterapia?

Estás a referir-te ao uso da música para melhorar a saúde de alguém?

Isso mesmo. Existem muitos estudos que provam os benefícios da música inclusivamente em bebés que ainda nem sequer nasceram.

Hum, não sei se acredito nesses estudos que tentam provar que os bebés que ouvem Beethoven quando estão no útero da mãe se tornam mais inteligentes…

Independentemente de acreditares ou não, tens de admitir que uma música que ponha as pessoas a dançar, faz certamente bem à saúde física e mental.

Está bem. Quem canta a dor espanta parece ser uma variação de: quem canta seu mal espanta, quem chora seu mal aumenta e dito dessa forma, tenho que admitir que é absolutamente verdade. Chorar perante uma desgraça ou algo de mau que nos aconteça apenas irá reforçar a nossa tristeza. Assim, será certamente melhor olhar para o lado mais positivo das coisas e cantar.

É por isso que os portugueses dos dois lados do Atlântico também dizem que não adianta chorar sobre leite derramado.

Derramar ou entornar leite é um desperdício mas considerando que não é possível apanhar ou recuperar o leite pedido, a situação é completamente irremediável e, portanto,  não vale a pena reclamar ou sequer lamentar o que aconteceu. Eis alguns exemplos de uso desta expressão:

Quiseste exibir-te e acabaste por perder a face — considerando que não devias ter sido tão ambicioso e que nada podes fazer para remediar a situação é caso para dizer que quem tudo quer tudo perde e não adianta chorar sobre leite derramado.


Não adianta chorar sobre leite derramado. O que foi dito, dito está e o melhor que tens a fazer é não pensar mais no assunto e seguir em frente.
 

— A tua namorada, acabou contigo? E tu estás a planear uma ida ao karaoke com os teus amigos?
— E porque não????? Considerando que ela me deixou por outra pessoa e já está a morar com ela, não me parece que haja alguma chance de reatarmos a nossa relação. E chorar sobre leite derramado não faz o meu género.
— Ela vai pensar que estás a celebrar o fim da vossa relação…
— Ela pode pensar o que quiser. O que eu estou a fazer tentar esquecê-la o mais rapidamente possível e virar a página. Apetece-me sair com os meus amigos e fazer uma coisa de que gosto: cantar. Até porque, a sabedoria popular diz que quem canta seus males espanta.

OUTRAS EXPRESSÕES MENCIONADAS
quem canta seus males espanta

quem canta seu mal espanta, quem chora seu mal aumenta
chorar sobre leite derramado
quem tudo quer tudo perde

EXPRESSÕES SEMELHENTES EM OUTRA(S) LÍNGUA(S)
歌儿唱出口,痛苦远远溜

Faça Login para descarregar os ficheiros.