Nunca se sabe quem poderá, sem o nosso conhecimento ou consentimento, ouvir uma conversa que estamos a ter. Para exprimir este receio podemos usar a expressão “as paredes têm ouvidos” pois existe a possibilidade de, invisível atrás da parece estar alguém que possa, intencionalmente ou não, ouvir a conversa que estamos a ter.

Não compreendo porque te estás a queixar que toda a gente saiba o teu segredo. Sabes perfeitamente que as paredes têm ouvidos.

Esta expressão pode também ser usada para avisar alguém que está a falar demais e que corre o risco de uma terceira pessoa ouvir o que está a dizer.

Fala mais baixo porque as paredes têm ouvidos.

É igualmente usada para pedir que alguém fale mais baixo para dificultar a vida a quem possa estar atrás da parede a tentar ouvir a conversa.

Por favor não conversem sobre assuntos confidenciais da empresa durante o almoço, pois as paredes têm ouvidos... 

Sabias que vários artistas plásticos recorrem a esta expressão para desenvolver projetos artísticos?

Não…

O pintor Pedro Batista (Lisboa, 1980) desenvolveu uma série de pinturas sob este lema e a artista plástica Manuela Pimentel (Porto, 1979) desenvolveu um projeto artístico intitulado: “Sabes que as paredes têm ouvidos?”

Faça Login para descarregar os ficheiros.