Uma maneira de verificar a idade de um cavalo é através dos seus dentes. Quando queremos comprar um cavalo a primeira coisa que fazemos é verificar o estado da sua dentadura para tentar avaliar se o vendedor está a dizer a verdade sobre a idade do animal. Se o cavalo é oferecido, talvez não seja de boa educação tentar ver se nos estão a oferecer um cavalo jovem e de boa saúde ou não pois estaremos a parecer ingratos a quem nos está a oferecer o cavalo questionando a sua generosidade.

Que curioso! Na China quando se oferecem presentes é considerado uma falta de educação abrir o embrulho para ver que nos estão a oferecer exatamente pela mesma razão.

Está implícito nesta expressão que devemos estar gratos por todas as coisas que nos oferecem independentemente da qualidade ou características do presente ou até do nossos gosto pessoal. A última coisa que devemos fazer é procurar problemas ou defeitos nas coisas que recebemos de forma gratuita. Eis dois exemplos de como a expressão se usa:

— Eu só uso meias pretas mas este natal recebi 3 pares de meias às cores…
A cavalo dado não se olha os dentes

 

— Se a tua tia te perguntar se gostaste do presente que ela te deu no natal, dizes que sim.
— Porquê? Eu nunca gosto dos presentes que a tia me dá…
O que conta é a intenção

Há uma outra expressão associada com as ofertas que fazemos que é: o que conta é a intenção. Esta expressão pretende sugerir que devemos ficar contente simplesmente com a “intenção” ou esforço que a pessoa fez para nos oferecer uma prenda, independentemente do dinheiro que foi gasto ou se a prenda vem ao encontro de uma necessidade que temos ou se adequa aos nossos gostos.

Reconheço que a cavalo dado não se olha do dente e o que conta é a intenção, mas é a segunda vez que ela me oferece um livro que eu já tenho e que lhe recomendei.

OUTRAS EXPRESSÕES MENCIONADAS
o que conta é a intenção

EXPRESSÕES SEMELHANTES USADAS NOUTRA(S) LÍNGUA(S)
never look a gifted horse in the mouth
 

Faça Login para descarregar os ficheiros.