Feriados de Dezembro

Sabe porque é que os dias 1 de dezembro e 8 e dezembro são feriado em Portugal?

1 de Dezembro

Dia da Restauração da Independência

No dia 1 de dezembro de 1640, um grupo de portugueses revoltou-se contra o domínio Filipino e deu início a uma nova dinastia. É essa data histórica que celebramos no dia 1 de dezembro.

Quando o rei D. Sebastião morreu na batalha de Alcácer-Quibir em 1578 sem deixar descendentes, a regência do reino de Portugal ficou nas mãos do seu tio de idade avançada e cardeal da Igreja Católica, D. Henrique. Quando este morreu em 1580, surgiram vários candidatos os trono, entre os quais três netos de D. Manuel I: António Prior do Crato, que era filho ilegítimo do cardeal D. Henrique; Catarina de Portugal, Duquesa de Bragança, filha de D. Duarte, 6.º filho de D. Manuel; e Filipe II de Espanha, filho de Isabel de Portugal, irmã de D. João III e do Cardeal D. Henrique.
As Cortes de Tomar, reunidas no ano de 1581, consideraram Filipe, o parente legítimo mais próximo do rei anterior e aclamaram-no como herdeiro do trono português. Quando este monarca morreu em 1598, foi sucedido por mais dois reis com o mesmo nome: Filipe III e Filipe IV de Espanha que em Portugal foram inscritos nos livros de história como Filipe II e III de Portugal. Este período em que Portugal estava sob regência espanhola ficou conhecido como Domínio Filipino.
Durante os 59 anos de unificação dos dois reinos, Portugal viu-se envolvido em vários conflitos que a Espanha tinha com a Inglaterra, a França e o Reino Unido e não surpreende, portanto, o crescente descontentamento com a governação espanhola que culminou com uma insurreição em 1640.
No dia 1 de dezembro, meia centena de portugueses nacionalistas que se opunham à anexação espanhola, aproveitaram um momento em que o rei espanhol se encontrava ocupado a gerir uma revolução na Catalunha para entrar no Paço da Ribeira onde estavam os representantes do estado espanhol e “defenestraram” ou, dito por outras palavras, atiraram pela janela o secretário-geral nomeado pela corte espanhola. Nesse mesmo dia, D. João, neto de Catarina de Portugal, foi proclamado rei dando dessa forma início à 4.ª (e última) dinastia portuguesa: Bragança.


8 de Dezembro

Dia da Imaculada Conceição de Maria

Neste dia, a Igreja Católica celebra o momento em que um anjo é enviado a Maria para lhe anunciar que está grávida de Jesus.

Tradicionalmente, esta data abria a época do Natal e era neste dia que as famílias católicas decoram as suas casa com um presépio e uma árvore natalícia.
Há, no entanto, um outro detalhe curioso associado à Nossa Senhora da Conceição (leia-se concepção): seis anos depois de ser proclamado o primeiro rei da nova dinastia de Bragança, D. João IV (1604-1656) decide proclamar a Imaculada Conceição como Rainha de Portugal depositando a coroa dos reis portugueses aos pés de uma imagem da Imaculada Conceição que existia no Santuário construído em homenagem àquela figura da religião católica localizado em Vila Viçosa no Alentejo.
Depois dessa proclamação régia que teve lugar no dia 25 de Março de 1646, mais nenhum rei português usou a coroa oferecida à Imaculada Conceição.