Episódio 92 quem anda à chuva, molha-se

Hoje, acordei ao som de uma enorme trovoada que foi bastante curta, mas serviu para desanuviar o tempo e lembrei-me do vosso axioma ou preposição tão evidente que não precisa de ser demonstrada: quem anda à chuva, molha-se.

Pois é, quem se expõe a situações menos favoráveis tem de sofrer as consequências dos seus atos. É isso que a expressão quer dizer. Podemos ver o uso desta frase nos seguintes exemplos:

— Investi todas as minhas economias na bolsa de valores e perdi quase tudo.
Quem anda à chuva, molha-se! Já devias saber que investir na bolsa é um risco.

 

— Estou farto dos comentários negativos que recebo nas redes sociais. Será que as pessoas não conseguem ser mais civilizadas?
Quem anda à chuva, molha-se! Se não perdesses tanto tempo no Facebook, no Instagram, no Snapchat, no Youtube e nas outras redes sociais não estarias tão exposto aos comentários que por lá se fazem...

A propósito de redes sociais deve dizer-se os apps ou as apps?

Depende de que lado do Atlântico é que te encontras...

Como assim?

A palavra inglesa app é uma abreviatura de “application” que os brasileiros traduzem como “aplicativo” e os portugueses como “aplicação.” E é por isso que nos sites de Portugal aparece o artigo feminino: a app ou as apps e nos sites brasileiros aparece o app ou os apps.

E nós, pobres aprendentes de língua portuguesa o que é que fazemos????

Tudo o que têm de fazer é ser consistentes! Selecionar uma variedade e utilizá-la sempre! Pode ser um pouco confuso aprender Português, mas significa que podes conversar com nacionais de oito países e uma região administrativa especial chinesa — o que não é mau de todo.

Mas estamos a afastarmo-nos do nosso tópico...  Para além de quem anda à chuva, molha-se, conheces mais algum ditado que faça referência a chuva?

Há o famoso Abril, águas mil

Esse, toda a gente conhece! Mas sabes que cada mês tem um ditado?

É verdade? Então, qual é o de Maio?

Abril ventoso e Maio chuvoso, fazem o ano formoso.

Que interessante!!!! Acho que esses ditados merecem um episódio especial.

Boa ideia! Mas para a semana quero falar de outro provérbio que também faz referência à chuva: Não se pode ter sol na eira, e chuva no nabal.

 

OUTRAS EXPRESSÕES MENCIONADAS
Abril, águas mil
Abril ventoso e Maio chuvoso, fazem o ano formoso
Não se pode ter sol na eira, e chuva no nabal

Faça Login para descarregar os ficheiros.