— O Pedro é um pau-mandado da Amanda!
— Considerando que a sua promoção está nas mãos dela, não me surpreende nada que ele faça tudo o que ela manda. Mas espera até ele ser promovido para ver como as coisas mudam...
— Não acredito! Ser uma pessoa sem caráter, nem opinião própria e subserviente faz parte da sua personalidade. Ele continuará a ser o que sempre foi: uma maria-vai-com todas!!!!

Tal como explica o diálogo que acabam de ouvir a expressão ser um pau-mandado descreve uma pessoa que tal qual como uma marionete articulada com um ou mais pauzinhos faz apenas o que lhe mandam fazer, sem pensar ou questionar.

A palavra pau aparece em várias expressões que já explicámos anteriormente.

Eu lembro-me das expressões de jargão juvenil pôr-se a pau e a dar com um pau (ver episódios 72 e 106).

Tens razão quando as classificas como jargão ou gíria juvenil já que estas duas frases fazem parte de linguagem usada quase exclusivamente entre pessoas jovens ou em ambientes super informais. A primeira descreve a necessidade de estar alerta e a segunda a uma grande quantidade de coisas como nos seguintes exemplos:

Ontem, apetecia-me ir dançar, mas como havia gente a dar com um pau à espera para entrar na discoteca, desisti.
 

— Põe-te a pau com esse tipo que se diz teu amigo...
—Por dizes isso??? Ele é um excelente amigo, sempre pronto a ajudar-me.
— Isso é o que ele faz à tua frente! Nas tuas costas anda a dizer mal de ti a toda a gente...

Também já descrevemos as frase ser um pau de dois bicos e ser um pau de virar tripas. Ser um pau de dois bicos (episódio 72) descrever uma situação com dois resultados negativos ou, no mínimo, opostos como no seguinte exemplo:

Recrutar pessoas sem experiência pode ser um pau de dois bicos: se estiverem motivadas e conseguirem aprender rapidamente é um sucesso, se não é uma perda de tempo.

E ser um pau de virar tripas (episódio 35) é uma expressão sinónima de ser um espeto que descreve simplesmente uma pessoa excessivamente magra ou esquelética como ilustra a seguinte frase:

— A lipoaspiração do teu marido foi um verdadeiro sucesso.
— Não sei se concordo contigo. Ele passou de obeso a pau de vir tripas... Acho que gostava mais dele mais rechonchudinho.

Ser um pau-mandado é uma expressão de uso comum, mas sempre usada de forma depreciativa.

Depreciativo quer dizer o mesmo que crítica negativa?

Sim, depreciar algo ou alguém é não lhe dar valor, é reduzi-lo a algo insignificante e consequentemente humilhante. Dizer que alguém é um pau-mandado é uma enorme crítica ao caráter dessa pessoa pois o que estamos realmente a dizer é que achamos que essa pessoa não tem personalidade porque se deixa manipular facilmente.

É, portanto, um pacóvio que não sabe pensar por si próprio e faz cegamente ou sem questionar o que os outros lhe mandam fazer.

Esta expressão quer dizer o mesmo que maria-vai-com-todas?

Não explicámos já essa sentença????? Na verdade, há uma ligeira diferença entre as duas frases! Mas explico no próximo episódio pois agora ainda temos de listar o vocabulário que usámos hoje.